sexta-feira, 28 de março de 2014

"VINHO DOS MORTOS "


 "VINHO DOS MORTOS "

O vinho dos mortos
Bebamos o vinho dos mortos
Em homenagem a todos nós os vivos
Com as saudades que ficaram
Nas nossas curtas ou longas lembranças
Memórias nunca esquecidas ou perdidas
Não choreis os que já partiram os mortos
Os mortos já esquecidos
Na escuridão das suas sepulturas ou jazigos
Onde cresce à solta
As ervas daninhas, relva e silvas
 Sobre os corpos adormecidos que agonizam de dor
Que precisam de procurar a paz
A paz para encontrar caminho
Caminho dos mortos perdidos, esquecidos
Almas sofridas......doridas
Perdidas na funda escuridão
E quando o sol dos tristes esquecer os vencidos
Reze e medite orações
Calmas.....puras.....e profundas
Para todos aqueles que vivem
Mudos e esquecidos
No final bebei o vinho dos morto
Em memória de todos aqueles que já partiram
Para uma nova jornada os mortos ou os vivos.

Isabel Morais Ribeiro Fonseca



1 comentário:

  1. O Vinho dos Mortos é uma velha tradição portuguesa que data do início do século XIX, quando da Invasão Napoleônica do país. Os vinhateiros enterraram garrafas de vinho no chão para evitar pilhagem pelos soldados. Terminados os combates, os vinhos foram desenterrados e houve uma agradável surpresa. A bebida das garrafas estava com sabor (“bouquet”) ainda melhor, um vinho com graduação de 10º/11º, palhete, apaladado que tinha, então, uma gaseificação natural em função da temperatura constante e da escuridão. A tradição ganhou o nome “dos Mortos” em alusão às garrafas terem estado enterradas. Outro nome desse vinho´’ “Morto de Boticas” por ser cultivado principalmente em Vila de Boticas.

    Como o tempo, a tradição foi se perdendo, até que a Capolib (Cooperativa Agrícola de Boticas (Alto Trás-os-Montes) criou um projeto para recuperar e preservar a bebida tradicional, inicialmente com uma inscrição no Registro Nacional de Propriedade Industrial e estudou um melhor Terroir. A microrregião vinhateira daí advinda inclui Boticas, Granja, partes de Pinho, Bessa, Quintas, Valdegas e Sapelas. Hoje os “Vinhos dos Mortos” podem se comprados inclusive pela Internet na época da safra.1

    ResponderEliminar