terça-feira, 25 de março de 2014

"ESPERO POR TI"

 "ESPERO POR TI"

Espero por ti meu amor
Nos braços vazios de nós
Soluços onde desprendem-se
Nos voos onde anoiteço

Os minutos calam as demoras
Consomem a chama do amor
Ausência....sombra escura
Tolhe os meus passos

Espectro que grita
Corpo sem morada
Renúncia das noites vazias
Delírios tecidos de gestos ausentes.

Vestida de pétalas de rosas vermelhas.
Silêncio da tua ausência
Que vestiram o meu corpo
Sonhos que nasceram de mãos vazias

Palavras que se perderam
Nas esquinas do tempo
Num sonho por acontecer
Repousar o meu cansaço

Imensidão da noite nos medos
Na solidão presa nos gestos.
Perdida nos braços do vento
Caminho nas brumas de uma manhã cinzenta.

Isabel Morais Ribeiro Fonseca