sexta-feira, 9 de maio de 2014

"AFETOS"

 "AFETOS"

São os afetos
Na ausência de quem dá.
As lágrimas derramadas.
De quem queria bem.
No meio de tantos versos.
De tantos verbos
Exclamados
Lidos, não lidos
Esquecidos
O melhor recanto, que seja o silêncio.
Só o silêncio.

Isabel Morais Ribeiro Fonseca